HIV e a cor VERMELHA! Pq ela no projeto?

Atualizado: 20 de Nov de 2020

Recebi algumas mensagens sobre o motivo de usar a cor vermelha no Projeto EM.COITROS. Me atravessou esse questionamento, pois até então não relacionava o vermelho ao HIV e sim aos diferentes fatores mitológicos que dialogam com esse meu corpo e claro esse projetinho!


Pensei bastante e pensei muito e mais e mais e decido continuar usando o vermelho porém gostaria de deixar registrado essa questão por aqui.


Me disseram que o vermelho quando relacionado com o HIV dá uma possível leitura de perigo, de morte e que não seria isso que elus, que falam sobre essa temática, querem passar.


Bem, apesar do mês escolhido para se falar em HIV ser denominado Dezembro Vermelho, e o lacinho dos cariu lá também ser vermelho, essa associação só me atravessou com as mensagem que recebi questionando o uso dessa cor, nunca tinha feito ela, devo ser uma pata tapada mesmo né?




Entendo perfeitamente essa colocação sobre não associar o vermelho ao HIV por conta de todo estigma que foi criado em cima da morte, de uma doença perigosa e todo o inferno que foi criado pelo conservadorismo e blá, blá, blá que não foi entrar agora nesse tema, já sabemos bem sobre isso.


Para mim o vermelho é a cor mais excitante de todas as cores. Quando pequeno dividia o quarto com meu irmão (não eu não achava e nem acho ele excitante rsrsr talvez agora mais velho, quem sabe, alookaa zueraa) e uma das paredes era toda vermelha, um vermelho vivo, como o do projeto, bem no centro da parede tinham dois quadros gigantes em preto e branco, os dois com as silhuetas marcadas de uma mesma mulher em enquadramentos diferentes, eu chamava ela de Tifany, achava chique esse nome, ela tinha um grande chapéu vermelho e em um dos quadros mostrava um close do rosto e tinha uma fita vermelha amarrada no pescoço e no outro a boca dela e a poltrona também eram na cor vermelha.


Pedi hoje pro meu irmão me mandar uma foto deles e tá aqui!



Esses quadros são muito sexys (parece muito um close da Madonna) desde criança achava ele super tendência e adorava quando meus amiguinhos iam em casa e entravam naquele quarto vermelho com esses quadros. Era quase um motelzão brega chic!


Segundo o dicionário de língua portuguesa vermelho significa cor muito viva.


Já na Umbanda uma Mãe de Santo uma vez disse que sou filho de Ogum, que é uma entidade forte e guerreira, protege os indivíduos que de alguma forma são perseguidos e adivinha? Ogum na Umbanda veste vermelho e por isso em uma das minhas obras uso a planta Espada de São Jorge.


Ogunhê, Meu Pai!


É legal tá escrevendo esse blog pois posso expor algumas "explicações" sobre esses meus trabalhos e algumas relações poéticas que eles tem, a galera está pirando o cabeção e interpretando tudo como quer né? As coisas tomam os significados que queremos dar pra elas né? A gente só enxerga o que quer ver mesmo né? E tá tudo bem né? As vezes não! NÉ? rsrsr Bora abrir um pouco todo esse rolêzinho?




Dizem que é bom usar o vermelho pra começar bem a semana e que ele trás disposição!


Então vou entrar a semaninha pelo PAU.


É, o pau-brasil! Como já disse, meu avó era índio e por isso a minha relação com as histórias e mitos em que eu mergulho. Em tupi chamavam de Ibira Piranga a árvore vermelha, um pauzão vermelhão com aquela cabeçona pulsando sangue sabe?


Usavam também o urucum como recurso natural, para se enfeitarem.

Antes pensar que vivíamos em Pindorama né? Com todas as palmeiras e livres dos males.


Vou falar um pouquinho do Japão que tem relação direta com minha construção também, hahaha sou uma bixa super mista gente... é a mistura do Brasil com o Egito!



Desde criança toda minha família foi na Igreja Messiânica, uma religião japonesa, do Jhorei sabe? Então, essa cultura estava presente em muitos momentos da minha vidinha, como cultuar os antepassados o que acho fantástico e a ideia dos ritos deve ter vindo dai também.


Já perceberam que do outro lado do globo o vermelho é bastante usado? Vai lá no bairro da Liberdade em SP que vai saber o que estou dizendo!


No Japão o vermelho é usado como proteção contra doenças e maus espíritos, a bandeira chamada de Hinomaru é vermelha e branca e essa combinação é tida como de boa sorte. Os convites de aniversários, casamentos e nascimentos de crianças, sempre vermelhos e até as noivas usam essa cor olha só que luxo gente, as decorações em vermelho e branco para ocasiões felizes e auspiciosas.


VOU ME CASAR DE VERMELHO VRAUUU!!!




A palavra bebê (akachan) em japonês tem o ideograma akai que é vermelho e tá relacionado com proteção, por isso eles usam gorrinhos, cachecóis e casacos vermelhos.


Já viu aquele babado de amarrar uma fitinha vermelha contra mau olhado? deve ser isso!

Uma vez amarrei uma dessas quando comprei meu primeiro carro o Perga nome completo - Permanganato de Potássio, porque ele era da cor do comprimidinho que usei quando tive catapora com 8 anos.


Os carimbos dos ideogramas de famílias japonesas também são vermelhos e a cor foi usada pelos samurais como símbolo de força e poder nas batalhas.


Chique 10 né?


Mas não para por aí, assim como Órion ser mitológico, segundo uma lenda grega, as rosas vermelhas são símbolos de amor e fidelidade, nhaaa que fofura e a cor da Deusa Afrodite.


No período neolítico os caçadores tipo Órion mesmo rsrsrsr consideravam essa cor importante dotadas de poderes relacionados a vida e para várias culturas no mundo antigo a cor tinha relação com poderes mágicos de invencibilidade, proteção, força e intimidação, visto em pintura de Jan Van Eyck por exemplo.


Bem bruxona mesmo caraiu!


É também o elemento fundamental da vida e da sensualidade feminina como o sol e que incita a ação é tônico, forte e brilhante.


Na África, as mulheres tribais se pintam de vermelho antes do casamento e quando nascem os primogênitos e é o símbolo de vitalidade.


O vermelho é o fogo central, o ser humano e a terra, para a alquimia é o homem universal e o sangue da imortalidade o então vermelho sagrado, a cor da alma.


De acordo com a cromoterapia o vermelho é motivação atrai coisas novas e incentiva o recomeço , a prosperidade e gratidão.


A cor convida à casas de tolerância, transgredindo proibições e atiçando pulsões sexuais.


O queridinho vermelhão, passou a descrever movimentos revolucionários como o COMUNISMO! VIVAAAAA.





Um dia símbolos de poder e riqueza entre tantos milhões de significâncias e hoje enxergam como algo tão ruim assim?


Acho que tem muito mais coisas POSITHIVAS e que se relacionam diretamente com esse projeto, que o rolezinho padrão de associar o vermelhinho a morte e algo ruim, coitado.


A gente tá lutando contras vários estigmas né? Pra quê criar mais um? (Digo isso não diminuindo nenhum pensamento ou posição contra o vermelho e seu uso associando o HIV/AIDS eiiimmmm, não me cancelem)


Talvez essa minha visão ajude a mudar um tequinho essa briga com o coitadinho do vermelho, ele é babadeiro, e também parar de relacionar a morte como algo terrível, já falei da minha relação com a morte em outro texto por aqui!


Talvez por tudo isso que minha bandeira é vermelha! kkkkk


Por hoje é isso pessual!

Amo vocês.










21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo